Ruínas Romanas do Cerro da Vila, em Vilamoura

IPA.00001326
Portugal, Faro, Loulé, Quarteira
 
Arquitectura civil, romana. Villa romana cujo espólio arqueológico documenta ocupação ininterrupta até ao Séc. 11. O conjunto abrange uma vasta área da qual se destacam dois núcleos residenciais, o principal junto do porto, o balneário, estruturas destinadas à salga do peixe, necrópole tardo-romana e barragem romana que servia a villa através de vasto sistema de canalizações do qual restam alguns troços.
Número IPA Antigo: PT050808050009
 
Registo visualizado 614 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

Categoria

Sítio

Descrição

Ruínas de uma Villa romana constituída por dois núcleos residenciais, o principal junto ao porto, balneário, necrópole, barragem e salgas de peixe. Dos núcleos habitacionais e do balneário restam vários compartimentos, entre os quais o impluvium, o atrium e o tablinum; existem frisos de mármore e fragmentos de estuque pintado que decoravam as paredes, bem como restos de pavimentos de mosaico polícromo. 2 tanques rectangulares serviam um estabelecimento de salga de peixe (PAÇO e FARRAJOTA, 1966). Necrópole com restos de mausoléus.

Acessos

Cerro da Vila, no complexo turístico de Vilamoura.

Protecção

IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 129/77, DR, 1.ª série, n.º 226 de 29 setembro 1977

Grau

2 - imóvel ou conjunto com valor tipológico, estilístico ou histórico ou que se singulariza na massa edificada, cujos elementos estruturais e características de qualidade arquitectónica ou significado histórico deverão ser preservadas. Incluem-se neste grupo, com excepções, os objectos edificados classificados como Imóvel de Interesse Público.

Enquadramento

Rural, a estação situa-se a 1500 m em linha recta, a O. de Quarteira.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: villa romana

Utilização Actual

Turística e cultural: estação arqueológica / Cultural: centro de acolhimento e interpretação

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

DRCALGARVE, Dec. Lei nº 34/2007 de 29 de Março 2007

Época Construção

Séc.1 a.c. / Séc.11

Arquitecto / Construtor / Autor

Arq. Fernando Galhano ( centro de acolhimento e interpretação )

Cronologia

Séc. 1 - construção da villa ininterruptamente ocupada durante os períodos visigótico e árabe; 1999 - incluido no Programa de Valorização e Divulgação Turística - Itinerários Arqueológicos do Alentejo e Algarve, do Ministério do Comércio e Turismo e da Secretaria de Estado da Cultura; 2000 - construção centro de acolhimento e interpretação sob projecto do Arq. Fernando Galhano.

Características Particulares

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

PAÇO, Afonso do, FARRAJOTA José, Subsídios para uma carta arqueológica do Concelho de Loulé, Sep. de Arqueologia e História, 8ª série, vol. XII, Lisboa, 1966; SANTOS, Maria Luísa, Arqueologia Romana do Algarve, 2 vols., Lisboa, 1971.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

IPPAR: 2000 - construção centro de acolhimento e interpretação

Observações

Autor e Data

João Neto 1991

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login