Troço de Calçada Romana em Celorico da Beira

IPA.00001400
Portugal, Guarda, Celorico da Beira, União das freguesias de Celorico (São Pedro e Santa Maria) e Vila Boa do Mondego
 
Via romana, de traçado não rectilíneo; pavimentação: blocos de pedra alinhados lateralmente e de configuração mais irregular ao centro. Formada por duas ou três camadas : stratum, ruderatis e summa crusta.
Número IPA Antigo: PT020903160011
 
Registo visualizado 516 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Transportes  Via  Via romana  

Descrição

Apresenta uma extensão contínua de cerca de 500 m. *2, com alguma inclinação, descrevendo várias inflexões ou curvas pouco pronunciadas, em direcção à zona do vale; pavimentação ou summa crusta: blocos de pedra de configuração rectangular alinhados lateralmente, enquanto ao centro esses blocos possuem uma configuração e disposição irregular, no leito de rolagem observam-se os sulcos produzidos pelos rodados dos carros de madeira, em alguns pontos foi cimentada e ainda parcialmente soterrada pelo escorrimento de terras.

Acessos

A N. do Bairro de Santa Luzia

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano e rural, troço parcialmente encravado entre blocos de habitação social e moradias, sendo em alguns casos o acesso feito através da calçada *1, que é interrompida transversalmente por rua asfaltada, outra parte do troço, é delimitado por propriedades rústicas.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Transportes: via romana

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Afectação

Época Construção

Época romana

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 01 a.C. - 04 - construção da via; 1986, 31 de outubro - proposta do Serviço Regional de Arqueologia da Zona Centro para classificação do imóvel como Imóvel de Interesse Público; 1988, 11 de janeiro - parecer favorável do Conselho Consultivo do IPPC; 1988, 20 de janeiro - despacho de homologação da Secretaria de Estado da Cultura; 1992, 17 de fevereiro - parecer do Concelho Consultivo do IPPC, após a reclamações apresentadas, a propor a manutenção do processo de classificação; 2009, 23 outubro - caduca o processo de classificação conforme o Artigo n.º 78 do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, n.º 206, alterado pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251 de 28 dezembro 2012, que faz caducar os procedimentos que não se encontrem em fase de consulta pública.

Dados Técnicos

Materiais

Granito

Bibliografia

RODRIGUES, Adriano Vasco, Celorico da Beira e Linhares, Celorico da Beira, 1979

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

*1 Verifica-se também que, em alguns pontos,serve de lixeira. *2 - Seguindo o antigo caminho de ligação à Guarda e a outra localidades é possível identificar outros troços de calçada pavimentada. *3 Integrada na Via lata que ligava Mérida a Astorga, correspondendo ao troço proveniente da Guarda, partindo do Chafariz da Dorna, em direcção a Linhares e passando junto ao Castro do Tintinolho (A.V.Rodrigues): Ligada a rede de caminhos vicinais, foi utilizada até á actualidade.

Autor e Data

Margarida Conceição 1992

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login