Arquivo Nacional da Torre do Tombo

IPA.00014262
Portugal, Lisboa, Lisboa, Alvalade
 
Arquitectura cultural, do século 20. Edifício construído de raiz para a instalação do arquivo nacional.
Número IPA Antigo: PT031106090714
 
Registo visualizado 502 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

Categoria

Monumento

Descrição

Gárgulas nos ângulos: O Guarda das Pedras, O Guarda dos Papiros, o Guarda do Alfabeto, o Guarda das Ondas Hertzianas; nos ângulos interiores, as gárgulas representam O Velho e o Novo, o Bem e o Mal, a Guerra e a Paz, a Tragédia e a Comédia.

Acessos

Alameda da Universidade. VWGS84 (graus decimais) lat.: 38,754667, long.: -9,165622

Protecção

MIP - Monumento de Interesse Público / ZEP, Portaria n.º 740-P /2012, DR, 2.ª série, n.º 248 de 24 dezembro 2012

Grau

6 - registo em pré-inventário elementar, meramente identificativo, em que apenas se registam dados elementares relacionados com o objecto de registo, como a localização, designação e tipo de utilização.

Enquadramento

Urbano.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Cultural: arquivo

Utilização Actual

Cultural: arquivo

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

DGLAB, Decreto-Lei n.º 103/2012, DR, 1.ª série, n.º 95 de 16 maio 2012

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTO: Ateliers Associados (Arsénio Raposo Cordeiro, A.N. de Almeida, M. Sheppard Cruz) (1982-1984). CANTEIROS: José Rodrigues (1988-1990); Júlio Mesão (1988-1990). ESCULTOR: José Aurélio (1987-1990).

Cronologia

1982 - lançamento de concurso público para a construção da nova Torre do Tombo, ganhando o projecto o Ateliers Associados, representado pelo arquitecto Arsénio Raposo Cordeiro, com M. Sheppard Cruz e A.N. de Almeida; fica em terceiro ligar um projecto apresentado por Diogo Lino Pimentel; 1985 - lançamento da primeira pedra do novo edifício, acompanhado de cerimónia oficial; 1987 - convite do escultor José Aurélio para a feitura das gárgulas; 1988-1990 - execução das gárgulas por José Aurélio em colaboração com o canteiro José Rodrigues ajudado por Júlio Mesão; 1990 - tem início a mudança do Arquivo do Palácio de São Bento para a nova Torre do Tombo; 21 Dezembro - inauguração do edifício; 1997, 20 março - o imóvel foi afeto ao Instituto dos Arquivos Nacionais / Torre do Tombo, por Decreto-Lei n.º 60/97, DR, 1.ª série-A, n.º 67; 2007, 29 março - afetação do Arquivo à Direção-Geral de Arquivos, Decreto-Lei n.º 93/2007, DR, 1.ª série, n.º 63; 2010, 22 dezembro - proposta de classificação pela DRCLVTejo; 2011, 28 janeiro - Despacho de abertura do processo de classificação pelo diretor do IGESPAR; 17 Maio - publicação do anúncio da abertura do processo de classificação do edifício, editado em Anúncio n.º 6998/2011, DR, 2.ª série, n.º 100; 01 agosto - proposta de classificação como Monumento de Interesse Municipal pela DRCLVTejo; 10 outubro - parecer favorável à classificação pelo Conselho Nacional de Cultura; 30 Novembro - projecto de decisão relativo à classificação como Monumento de Interesse Público e fixação da respectiva Zona Especial de Protecção do edifício, publicado em Anúncio n.º 17753/2011, DR, 2.ª série, n.º 230.

Características Particulares

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

AFONSO, Luís U., As gárgulas da Torre do Tombo, in ARTIS, Lisboa, Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras de Lisboa, 2005, n.º 4, pp. 441-466; PEDREIRINHO, José Manuel, Dicionário de arquitectos activos em Portugal do Séc. I à actualidade, Porto, Edições Afrontamento, 1994.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DSEP, DGEMN/DREL/DRC, DGEMN/DREL/DIE

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID, SIPA

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Filomena Bandeira 2002

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login