Farol dos Rosais

IPA.00015924
Portugal, Ilha de São Jorge (Açores), Velas, Rosais
 
Arquitectura de comunicações. Farol costeiro.
Número IPA Antigo: PT071904020006
 
Registo visualizado 553 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Comunicações  Farol    

Descrição

Acessos

Ilha de São Jorge. Ponta dos Rosais

Protecção

nexistente

Grau

5 - registo em pré-inventário com um preenchimento mínimo dos campos… e pressupondo a existência de um registo iconográfico.

Enquadramento

Ergue-se na ponto oposta ao Farol da Ponta do Topo (v. PT071902030001).

Descrição Complementar

As instalações não oferecem garantias de segurança pelo que o farol não se encontra guarnecido.

Utilização Inicial

Comunicações: farol

Utilização Actual

Comunicações: farol

Propriedade

Afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1890 - Encontrava-se prevista a instalação de um farol no local; 1956 - continuação da construção pela Comissão Administrativa das Novas Instalações para a Marinha, estando prevista a conclusão em 1957; 1957 - continuação da fiscalização da obra do novo farol pela Comissão Administrativa das Novas Instalações para a Marinha; 1958 - conclusão da construção do farol, pela Comissão Administrativa das Novas Instalações para a Marinha; o farol foi equipado com uma óptica dióptica-catadióptica girante de 3ª ordem (grande modelo) com 500 mm de distância focal; a alimentação era feita por grupos electrogéneos, sendo a lâmpada de 3000 W / 110 V; o sistema era acetileno; 1980, 1 Janeiro - sismo provocou fissuras na torre, casa dos geradores e nos edifícios de residência dos faroleiros, no entanto, o farol manteve-se em funcionamento.

Dados Técnicos

A torre do farol tem uma altura de 27 m, a luz encontra-se a 260 m de altitude e o seu alcance luminoso é de 8 milhas (c. 15 km), com uma característica luminosa de dois relâmpagos brancos com um período de 10 segundos.

Materiais

Bibliografia

MANAÇAS, Eduardo, O Sismo de 1 de Janeiro de 1980 visto 43 horas após. Notas e Comentários, in in 10 Anos após o sismo dos Açores de 1 de Janeiro de 1980, vol. 2, Lisboa, Carlos Guedes Oliveira, Arcindo R. A. Lucas e J. H. Correia Guedes, 1992, pp. 223-230; Ministério das Obras Públicas, Relatório da Actividade do Ministério no ano de 1956, Lisboa, 1957; Ministério das Obras Públicas, Relatório da Actividade do Ministério nos anos de 1957 e 1958, 1º e 2º Volumes, Lisboa, 1959.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

1982 - Instalação de uma lanterna a gás no interior da laterna do farol; 1967 - substituição do sistema por uma lanterna dióptica de 6ª ordem (150 mm de distância focal), com uma lâmpada de 50 W / 12 V, alimentada por baterias carregadas por painéis fotovoltaicos, com alcance de 8 milhas.

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Patrícia Costa 2003

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login