Casa da Família Guedes / Casa no Largo do Lidador, nº 5

IPA.00016972
Portugal, Beja, Beja, União das freguesias de Beja (Santiago Maior e São João Baptista)
 
Arquitectura residencial, vernácula, tardo-barroca. Residência urbana na qual a organização dos espaços e o tratamento dos alçados segue modelos vernaculares constantes em casas urbanas desde medos do séc. 16, onde o R/C possui compartimentos abobadados, destinados a cavalariças, adegas, arrecadações e outros espaços secundários e de serviço, muitas vezes de apoio à actividade agrícola, e o primeiro andar se organiza com as principais salas viradas para a rua, a sala de jantar e cozinha viradas para o quintal, tal como os quartos, a ligação ao quintal é feita através da cozinha, não possuindo este qualquer tratamento decorativo especial, mas apenas um carácter utilitário. A fachada principal organiza-se de forma simétrica, com poucas aberturas ao nível térreo e uma série regular de sacadas ao nível do primeiro andar, onde o gosto decorativo tardo-barroco se revela no intrincado desenho dos gradeamentos de ferro forjado, de volutas e flores estilizadas, assentes em mísulas de cantaria de recorte mistilíneo; os vãos apresentam vergas curvas, encimadas por cornijas de argamassa acompanhando a sua curvatura e entre eles as paredes são animadas por molduras de argamassa definindo painéis de recorte mistilíneo, com medalhões de argamassa delimitados por volutas, concheados, folhagens e plumas estilizadas, elementos decorativos bem característicos do tardo-barroco.
Número IPA Antigo: PT040205130080
 
Registo visualizado 147 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

Categoria

Monumento

Descrição

Planta em L, composta, irregular. Volumes articulados, massas dispostas na horizontal com cobertura diferenciada em telhados de duas águas. Fachada principal a NE. de um só pano definido por cunhais de argamassa caiados de cinzento, assente em soco de argamassa caiada a cinzento e rematado superiormente por entablamento e beirado, dividido em dois registos por cornija de argamassa; no registo inferior abre-se ao centro uma porta de verga curva, com moldura de cantaria, tendo à direita um óculo em forma de losango e um portão de verga curva, ambos com molduras de cantaria; à esquerda uma janela engradada e um portão de verga curva com moldura de cantaria; o registo superior é rasgado por sete janelas de sacada, de verga curva com molduras de cantaria, sendo a central ligeiramente mais larga, encimada por cornija curva apoiada em volutas de cantaria e as laterais encimadas por cornijas curvas de argamassa; as varandas possuem gradeamentos de ferro forjado com intrincada composição de volutas e pinhas de ferro forjado nos ângulos, bacias de cantaria curvas; entre os vãos inserem-se molduras de argamassa de recorte mistilíneo, definindo painéis, possuindo os que ladeiam a janela central um medalhão central de argamassa relevada, definido por volutas, concheados, folhagens e plumas estilizadas. Fachada posterior sobre o quintal, de um só pano rematado por cornija e beirado; nível térreo uma porta e dois arcos de volta perfeita que dão acesso a um espaço exterior coberto, onde se situa um poço com boca de cantaria em forma de ara; à direita adossa-se a escada de acesso ao primeiro andar, a cujo nível se abre uma porta de ligação a uma varanda, uma janela, um pano cego ligeiramente destacado, duas janelas de verga curva e a porta de ligação da cozinha às escadas que conduzem ao quintal, de verga curva. Fachada SE. sobre o quintal, de um só pano rematado por beirado, rasgado ao nível térreo por um arco de volta perfeita e um arco abatido e ao nível do primeiro andar por uma janela e uma varanda recuada. INTERIOR: dividido em dois pisos, a que se acede pela porta principal situada ao centro da fachada principal, que conduz a um átrio abobadado e decorado com estuques, tendo à esquerda uma porta que conduz às antigas cavalariças, de planta rectangular cobertas por abóbada de berço e porta de acesso directo à rua; na parede da direita abre-se uma porta de acesso às dependências térreas, abobadadas e o acesso às escadas de ligação ao piso nobre, de dois lanços, em L, com degraus de cantaria, patamar lajeado e átrio superior resguardado por gradeamento de ferro forjado assente em balaustres e com corrimão de madeira; chegando ao átrio abre-se uma porta à direita que conduz à Sala dos Retratos, com duas janelas sobre a praça, duas portas interiores fronteiras e um amplo vão que a liga à sala grande; a sala grande apresenta duas janelas abertas sobre a praça e na parede fronteira uma lareira de mármore negro; uma porta a SE. conduz a uma sala mais pequena, apenas com uma janela sobre a praça; voltando ao átrio uma porta à esquerda conduz a outra sala em cujas paredes são visíveis vestígios de pinturas murais inacabadas, uma janela sobre a praça e duas portas laterais que abrem para o terraço; na parede SO. abre-se uma porta que comunica com um quarto e na parede SE. um armário embutido ladeado pelas portas de ligação ao átrio e à sala interior de passagem; esta apresenta uma janela para as escadas e uma porta de ligação à Sala dos Retratos; a SO. abre-se a porta de ligação à Sala de Jantar e a SO. a porta de ligação à zona dos quartos; a Sala de Jantar apresenta na parede NE. lareira em madeira ladeada à esquerda por uma porta de comunicação com a Sala dos Retratos e à direita um armário embutido; na parede fronteira abrem-se duas janelas sobre o quintal, ladeando um armário embutido e na parede de topo abre-se ao centro a porta de ligação à cozinha; nesta destaca-se a ampla chaminé que ocupa quase toda a parede de topo, destacando-se na parede da esquerda uma despensa e um poial e na da direita a porta de acesso às escadas que conduzem ao quintal, um armário embutido e uma janela.

Acessos

Largo do Lidador, nº 5

Protecção

Incluído na Zona Especial de Protecção do Castelo de Beja (v. PT040205130003)

Grau

3 – imóvel ou conjunto de acompanhamento que, sem possuir características individuais a assinalar, colabora na qualidade do espaço urbano ou na ligação do tempo com o lugar, devendo ser preservado em tal medida. Incluem-se neste grupo, com excepções, os objectos edificados classificados como Valor Concelhio / Imóvel de Interesse Municipal e outras classificações locais.

Enquadramento

Urbano, com construções adossadas a SE., SO. e NO., formando um dos lados de um largo lajeado, fronteiro à Sé (v. PT040205130036), tendo a NO. o Castelo (v. PT040205130003) e a SE. a Casa Campos e Câmaras (v. PT040205130074).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Em obras

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 18, terceiro quartel - construção da residência; séc. 20, meados - remodelação do interior, com aplicação de estuque texturado em paredes e tectos, 2002 - funciona no R/C uma galeria de exposições encontrando-se o primeiro piso devoluto.

Características Particulares

O tratamento decorativo da fachada principal, particularmente rico, que se destaca da austeridade geral que caracteriza a arquitectura civil setecentista da cidade de Beja, sendo ainda visíveis sob a caiação branca vestígios de cores diversas aplicadas em molduras e cornijas e de uma simulação de silharia marmoreada em todo o pano inferior. No interior, que se encontra bastante desfigurado, subsistem vestígios de pintura mural, aparentemente inacabada.

Dados Técnicos

Estrutura mista

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra e cal, rebocadas e caiadas; telhados em telha de canudo de barro vermelho de fabrico artesanal; molduras de vãos, degraus e elementos secundários de cantaria; portas de madeira e ferro; caixilharias de madeira e vidro; gradeamentos de ferro forjado; pinturas murais, pinturas a óleo sobre tela; pavimentos de tijoleira, alcatifa, mosaico hidráulico.

Bibliografia

ESPANCA, Túlio, Inventário Artístico de Portugal, Distrito de Beja, XII, Lisboa, 1992.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID; CMB

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID; CMB

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID; CMB

Intervenção Realizada

CMB: 2006 - obras de adaptação a Centro de Dia.

Observações

Autor e Data

Ricardo Pereira 2002

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login