Povoado da Calcedónia / Ruínas da Calcedónia na Serra do Gerês

IPA.00001954
Portugal, Braga, Terras de Bouro, Covide
 
Aglomerado urbano. Povoado alti-medieval com provável ocupação anterior proto-histórica e romana. Povoados fortificados de características semelhantes a este tem vindo a ser identificados em investigações recentes em curso nas Serras da Peneda e do Gerês (LIMA 1994/405-409). Caracterizam-se pelo tipo de implantação fechada sobre si a meia encosta, pela construção de um reduto defensivo com grandes blocos ligando penedos graníticos e a existência de um grande número de construções rectangulares, entre os 10 e os 6 m de lado, com blocos graníticos fincados no solo e vestígios de terem possuido cobertura em tegula e imbrice. Dada a escassez de espólio cerâmico tem sido propostas cronologias de largo espectro ainda que dentro da Alta Idade Média, podendo corresponder a povoados anteriores à Reconquista (sécs. VI-VIII) ou já do periodo da Reconquista (sécs. IX-XI).
Número IPA Antigo: PT010310080005
 
Registo visualizado 1355 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Povoado  Povoado medieval  Povoado fortificado  

Descrição

É nas encostas N. e O. do cabeço que se concentram os vestígios. Observam-se restos de uma muralha, feita de grandes pedras, e de que há lanços ainda bem conservados. Tem de espessura c. de 2 m e de altura, em alguns pontos, ainda atinge os 4 m. A muralha delimita um vasto recinto, embora irregular e cheio de penedos. É tradição que do lado N. existia uma porta donde partia uma calçada em direcção a Covide. No interior do recinto podem observar-se restos de várias construções rectangulares de pedra irregular, com espessura aproximada de 0,60 m e c. de 5 por 8 m de lado. Escavações sumárias em 1946 puseram a descoberto grande número de fragmentos de tégula e imbrices e alguns restos de cerâmica lisa e incaracterística. No exterior do recinto observam-se também vestígios destas construções, parecendo ainda mais rudes, do lado E., logo por baixo da escarpa do amontoado granítico e no vale que fica entre a Calcedónia e o Tonel, c. de 150 m abaixo do extremo N. das muralhas, numa chã.

Acessos

EN 307 ( Terras de Bouro - Covide ), EM Covide - Campo do Gerês, no cruzamento do Cruzeiro de S. João do Campo, caminho para Junceda

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 516/71, DG 1ª Série nº 274 de 22 novembro 1971

Enquadramento

Rural. Situa-se a O. das termas do Gerês, próximo da Chã de Felgueiras e da estrada florestal que se dirige para Junceda. É um cabeço granítico, cota máxima de 910 m, cujo cimo se atinge atravessando uma estreita fenda situada entre duas enormes lages. Fronteiros situam-se outros dois cabeços: o Castelo de Covide e o Tonel. A O. corre no fundo da vertente o rio Freitas, afluente do Gerês.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Afectação

Época Construção

Época medieval

Arquitecto / Construtor / Autor

Não aplicável

Cronologia

Idade do ferro - provável ocupação; Época medieval - estruturação do povoado.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes

Materiais

Granito

Bibliografia

CORRÊA, A. A. M. e TEIXEIRA, C., A lenda e as ruínas de Calcedónia, na Serra do Gerez, Minia, 1(3-4), 1946, pp. 212 - 222; CUNHA, A. R., A Calcedónia do Gerês, Diário do Minho, 5 Maio 1950, p. 2, 4; Património Arquitectónico e Arqueológico Classificado, Inventário, Lisboa 1993, vol. II, Distrito de Braga, p. 68; LIMA, ALEXANDRA C. P. S., Castro Laboreiro - Serra da Peneda. Sistemas de povoamento e ocupação do espaço, Actas 1º Congresso de Arqueologia Peninsular, Vol. IV, Trabalhos de Antropologia e Etnologia, vol. 35 (2), Porto, 1994, p. 403 - 415; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/74134 (Consultado 21-08-2014).

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

1946 - Mendes Correia e Carlos Teixeira realizaram escavações sumárias.

Observações

Autor e Data

Isabel Sereno / Paulo Dordio 1994

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login