Ponte do Rio Tedo

IPA.00002478
Portugal, Viseu, Tabuaço, Granja do Tedo
 
Ponte seiscentista, construída sobre pré-existências romanas e medievais, de arco, de volta perfeita, composto por aduelas regulares, com cavalete pocuo pronunciado, guardas em cantaria e pavimento em lajeado de granito.
Número IPA Antigo: PT011819060016
 
Registo visualizado 592 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Transportes  Ponte / Viaduto  Ponte pedonal / rodoviária  Tipo arco

Descrição

Ponte lançada de apenas um arco, sem talhamares e apoiada em afloramentos rochosos nas margens do rio. Arco com arquivolta de uma só fiada de aduelas paralelepipédicas. O preenchimento lateral e superior do arco é feito por blocos de pedra aparelhada, regular. Guardas ou parapeito de duas fiadas de blocos aparelhados formando ângulo pouco pronunciado. Pavimento granítico de construção recente.

Acessos

EN 226-2 até Barcos. Daqui pela EM 514 até Carrazedo. Pela EM 520, até Granja do Tedo ao fundo da Povoação

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Peri-urbano, em vale, isolado e destacado em zona de interesse paisagístico

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Transportes: ponte

Utilização Actual

Transportes: ponte

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 17

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTO: David Álvares (1639).

Cronologia

Séc. 02 a.C. - 01 - prováveis balizas cronológicas da sua construção, integrada na rede viária romana, servindo vias secundárias ou municipais (viae vicinales) *1; Época medieval - provável reconstrução da ponte; 1639, 23 dezembro - procuração passada a António Fernandes de Oliveira, para cobrar o dinheiro das fintas lançadas para a reconstrução da ponte, pelo mestre David Álvares; 1758 - é referida nas Memórias Paroquiais, assinadas pelo pároco Heitor Pereira de Miranda, como tendo um alto e grande arco.

Dados Técnicos

Estrutura autoportante.

Materiais

Estrutura em granito.

Bibliografia

MONTEIRO, J. Gonçalves, Tabuaço, Tabuaço, 1991; ALMEIDA, Gustavo de, Ponte do Rio Tedo, in Correio de Tabuaço, Tabuaço, 15 Abril 2007, p. 12.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

*1 - os itinerários romanos referem o rio Douro como sendo navegável por pequenas embarcações até Barca de Alva, sendo os rios importantes vias de comunicação na época, favorecendo a actividade comercial; as principais vias terrestres e fluviais destinavam-se assim a facilitar a comunicação entre o litoral e o interior do território, o acesso aos centros produtores e a deslocação de exércitos; as redes viárias principais eram completadas com inúmeras vias menores de importância local; nas proximidades pequena ponte granitica sobre o afluente do Tedo denominado Tedinho.

Autor e Data

João Carvalho 1998

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login