Núcleo urbano da cidade da Ilha de Moçambique / Ilha de Moçambique

IPA.00027890
Moçambique, Nampula, Ilha Moçambique (M), Ilha Moçambique (M)
 
Núcleo urbano sede administrativa. Cidade situada em margem fluvial. Cidade moderna, capital do Estado de Moçambique, de fundação régia portuguesa.
Número IPA Antigo: MZ910703000011
 
Registo visualizado 1924 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Cidade  Vila moderna  Vila fortificada  Régia (D. João III)

Descrição

A Ilha está orientada no sentido nordeste-sudoeste à entrada da Baía de Mossuril. Arquitectonicamente, a Ilha está dividida em duas partes, a "cidade de pedra" e a "cidade de macuti", a primeira com cerca de 400 edifícios, incluindo os principais monumentos, Capela de Nossa Senhora do Baluarte; Convento de São Domingos; Fortaleza de São Sebastião; Fortim de Santo António; Fortim de São Lourenço; Hospital; Igreja de Santo António; Igreja da Cabeceira Grande; Igreja da Misericórdia; Igreja de Nossa Senhora da Saúde; Jardim da Memória; Mesquita; Palácio dos Capitães-Generais, e a segunda, na metade sul da ilha, com cerca de 1200 casas de construção precária.

Acessos

EN105, acesso à ilha por ponte (3,3km)

Protecção

Património Mundial - UNESCO, 1991

Enquadramento

Marítimo. Situada a 4 km da costa da Província de Nampula. A ilha de Moçambique tem uma extensão de cerca de 3 km de comprimento por 200 a 500 m de largura. O relevo é relativamente plano, variando entre as cotas altimétricas 9 e 1,10 m, no interior. Está integrada no Distrito com o mesmo nome, que se divide em duas localidades: da Ilha (Ilha de Moçambique e ilhas de São Lourenço, a S., de Goa ou São Jorge, a E. e Sena ou São Tiago, a SE.) e do Lumbo, que constitui a maior parte do território.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Afectação

Não aplicável

Época Construção

Séc. 16 / 18 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

MESTRE DE OBRAS: Miguel de Arruda (projecto da Fortaleza de São Sebastião, 1555)

Cronologia

1498 - chegada de Vasco da Gama à ilha de Moçambique, abandono da ilha pelo xeque que aí governava, em nome do rei de Quíloa; 1507 - construção de feitoria, de início uma simples torre, aproveitando a pedra de lastro das naus para a Índia; teve como nome Forte de São Gabriel, ficando conhecido mais tarde por Torre Velha; 1555 / 1556 - início da contrução da Fortaleza de São Sebastião, na ponta stentrional da ilha; 1607 / 1608 - ataque à Fortaleza de São Sebastião, que resiste, pelos árabes de Mascate.

Dados Técnicos

Casa de "pedra e cal": estrutura autoportante; paredes exteriores em alvenaria de pedra; reboco de cal e areia; cobertura de 2 ou 4 águas revestidas com telha; vãos guarnecidos com cantaria de verga recta ou curva; janelas de 2 folhas com portadas interiores; pavimento entre pisos em pedra sobre nivelamento em argamassa de cal e gravilhha de coral sobre vigamento de madeira; paredes interiores em em tabique ou tijolo maciço; pomenores construtivos (frisos, corijas, pilastras, etc) em pedra lavrada, ou em argamassa. Casa macuti: estrutura autoportante, paredes em pau-a-pique rebocadas com argamassa de cal e caiadas com cal pigmentada, coberturas de 4 águas em folha de coqueiro sobre bambu, tectos em mangal ou bambu e rebocados, pavimentos térreos em terra batida ou betonilha de cal e cimento, vedações dos quintais em bambu;

Materiais

Pedra: calcário de coral; Cerâmica: tijolo, telha de canudo; Madeira: mecrusse (pavimentos), umbila, umbaua (portas); cal

Bibliografia

Ilha de Moçambique, Relatório - Report 1982 - 85, Secretaria de Estado da Cultura - Moçambique, Arkitektskolen i Aarhus - Danmark, Aarhus; MUGE, Amélia, FORJAZ, Moira, Muiputi Ilha de Moçambique, Lisboa, Imprensa nacional da Casa da Moeda, 1983; A Arquitectura militar na expansão portuguesa, coord. Francisco Faria Paulino, Comissão nacional para as comemorações dos descobrimentos portugueses, Lisboa, 1994.

Documentação Gráfica

Biblioteca Pública de Évora (Códice CXV / 2-1, Livro das Plantas de todas as fortalezas de António Bocarro); AHU; Secretaria de Estado da Cultura (Moçambique); Universidade Eduardo Mondlane: Arquivo Histórico de Moçambique

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Secretaria de Estado da Cultura (Moçambique)

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Anouk Costa, Cláudia Morgado, Rita Vale 2009

Actualização

Manuel Freitas (Contribuinte externo) 2011
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login