Núcleo urbano da vila do Corvo / Núcleo antigo da vila do Corvo

IPA.00027999
Portugal, Ilha do Corvo (Açores), Corvo, Corvo
 
Núcleo urbano sede municipal (região autónoma). Vila situada em costa marítima. Vila moderna de jurisdição régia (capitania-donataria).
Número IPA Antigo: PT072001010003
 
Registo visualizado 329 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Vila  Povoação moderna    

Descrição

Acessos

Aérodromo e porto da ilha do Corvo

Protecção

CP - Conjunto Protegido, Resolução Governo Regional dos Açores n.º 69/1997, JORAA, 1.ª série, n.º 15 de 10 abril 1997 / Incluído na Zona de Protecção Especial da Costa e Caldeirão (Rede Natura 2000)

Grau

6 - registo em pré-inventário elementar, meramente identificativo, em que apenas se registam dados elementares relacionados com o objecto de registo, como a localização, designação e tipo de utilização.

Enquadramento

Implantado em costa marítima, na unidade de paisagem de Vila Nova do Corvo. A vila do Corvo é a única povoação da ilha do Corvo, situada no grupo ocidental do arquipélago dos Açores, já na placa tectónica americana . Com um perímetro de apenas 17 km, 6,5 m de comprimento e 3 m de largura máxima, a ilha localiza-se a NO. da ilha das Flores, sendo dominada pelo imponente rochedo de um vulcão extinto, com 718 m de altitude. O núcleo urbano implanta-se a S., na única plataforma da ilha, junto à enseada de Nossa Senhora do Rosário. A paisagem é caracterizada por campos agrícolas e de pastagem, murados com pedra.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Não aplicável

Afectação

Não aplicável

Época Construção

Séc 15 / 17

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1452 - Diogo Teive aporta na ilha, no regresso de uma viagem aos bancos da Terra Nova; torna-se o 1º capitão-donatário da ilha, passando a capiania para seu filho, João Teive, 2º donatário; 1453 - doação do Corvo a D. Afonso, duque de Bragança e conde de Barcelos, por D. Afonso V; 1475 - Fernão Telles de Meneses torna-se o 3º capitão-donatário da Ilha do Corvo; 1570 - construção da primeira igreja na povoação de Nossa Senhora dos Milagres; 1759 - a ilha passa para a coroa, por confiscação dos bens ao duque de Aveiro; 1853 - extinção do concelho, a ilha ganha nova dinâmica, os habitantes passam a cultivar as suas terras e a criar gado, para seu sustento, mas também para fornecer os navios que aportavam com frequencia na ilha; 1832 - elevação a sede de concelho, com o topónimo de Vila do Corvo; 1997, 10 abril - classificação do núcleo antigo da vila do Corvo como conjunto de interesse público pelo Governo regional do Açores; 2007 - inclusão do Corvo na lista da rede mundial de reservas da biosfera da UNESCO.

Dados Técnicos

Não aplicável

Materiais

Não aplicável

Bibliografia

AA.VV., Livro das paisagens dos Açores, Contributos para a identificação e caracterização das paisagens dos Açores, Ponta Delgada, Direção Regional do Ordenamento do Território e dos Recursos Hídricos, 2005; FERNANDES, José Manuel, História ilustrada da arquitectura dos Açores, Instituto Açoriano de Cultura, Angra do Heroísmo, 2008; FRUTUOSO, Gaspar, Saudades da Terra, Instituto Cultural de Ponta Delgada, 1977-1987; http://www.inventario.iacultura.pt/corvo/textos/povoado.html (junho 2012)

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DREL

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Anouk Costa 2011

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login