Garagem Liz

IPA.00003027
Portugal, Lisboa, Lisboa, Santa Maria Maior
 
Arquitectura de transportes, modernista. Garagem que se integra no movimento estético-arquitectónico da década de 30, caracterizando-se por um jogo de linhas verticais e horizontais, pelos seus elementos na sua maioria planos, de desenho geometrizante. Nota-se a janela da fachada central, tipo "bow-window" de sabor Arte Nova. Os elementos que encimam os pilares da fachada E., da que faz gaveto e da fachada N., repetem-se noutras construções da mesma época, como por exemplo no Parque Mayer. O 1º piso é rasgado por várias portas e vitrines, na sua maioria em alumínio anodizado. Os acessos à garagem fazem-se na fachada E. e N.. No 2º piso a fachada E. (principal) é rasgada por janelas de vão rectangular, totalmente preencidas a vidro apoiados por uma caixilharia de ferro de desenhos lineares. Estas abrem-se entre pilares estruturais, separadas por mainéis.
Número IPA Antigo: PT031106310137
 
Registo visualizado 571 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Armazenamento e logística  Garagem    

Descrição

Planta rectangular. Edifício de 2 pisos com volumes simples dividido em vários panos de acentuada verticalidade. A fachada é interrompida a meio pela entrada principal, ladeada por 2 pilares rematados por uma espécie de coruchéus em estrutura de ferro, revestidos a vidro. Sobre a porta de acesso: 2 altas janelas, em ressalto, facetadas, separadas por uma espécie de cepto encimado por uma estrutura rectangular com um relógio inscrito. As fachadas de gaveto e a N., rasgadas por vários vãos de diferentes tratamentos nas caixilharias e no tamanho, utilizam o mesmo tipo de decoração da entrada principal - O remate do gaveto e a entrada do lado N., são ladeadas por pilares rematados por corochéus. O edifício é encimado por um gradeamento de ferro, por vezes interrompido por panos de parede. Um telhado misto de lusalite forma a cobertura.

Acessos

Rua da Palma, n.º 265 - 281; Calçada do Desterro, n.º 1 e 1 A

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 8/83, DR, 1.ª série, n.º 19 de 24 janeiro 1983 / Parcialmente incluído na Zona de Proteção do Aqueduto das Águas Livres (v. IPA.00006811) e na Zona de Porteção dos Edifícios situados na Calçada do Desterro, n.º 13 a 13 - B (v. IPA.00004051)

Enquadramento

Edifício de gaveto, no lado O. da rua, adossado aos edifícios contíguos, de implantação destoante, destacando-se pelo tratamento das sua fachadas.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Armazenamento e logística: garagem

Utilização Actual

Armazenamento e logística: garagem / Comercial: loja

Propriedade

Privada

Afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Herminio Barros

Cronologia

1887, 24 Dezembro - inauguração do teatro circo Real Coliseu de Lisboa, construído em terrenos que pertenciam à Condessa de Geraz de Lima; 1917 - O edifício foi alugado à Administração dos Correios e Telégrafos; 1926 - demolição do edifício do teatro circo Real Coliseu de Lisboa, construido em terrenos que pertenciam à Condessa de Gerez de Lima (1887); 1933 - a firma J. Caldas Ldª., entrega na CML o pedido de construção da Garagem Lyz; A parte de engenharia fica a cargo da firma Gabinete de Engenharia Ldª., e quem assina o projecto de engenharia é o Engenheiro Jayme Real.

Dados Técnicos

Sistemas estruturais - paredes autoportantes.

Materiais

Alvenaria, betão armado, ferro, vidro, telha lusalite.

Bibliografia

FRANÇA, José A., A Arte em Portugal no Século XX, Lisboa, 1974. ARAUJO, Norberto de, Peregrinações em Lisboa, Livro III, Lisboa, sd.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

CML: Direcção dos Serviços Centrais e Culturais, 5ª. Repartição (Arquivo de Obras).Processo de obras nº. 46 478, Vol. I, II, III.

Intervenção Realizada

1934 - colocação de portas ondulantes no estabelecimento n.º 279; 1935 -oObras na garagem; 1938 - pinturas no estabelecimento n.º 275; 1939 - limpeza e reparações do pavimento; 1941 - reparações interiores e exteriores; reparações nos esgotos da garagem; 1942 - obras no estabelecimento n.º 271; 1944 - transformações no estabelecimento n.º 267; 1945 - alterações no estabelecimento n.º 277 (disposição de uma retrete); 1946 - obras de ampliação, limpeza e pequenas reparações interiores e exteriores no estabelecimento nº 279; 1948 - alterações no estabelecimento n.º 279; 1955 - alterações no escritório da garagem nº 273; obras de beneficiação periódica nos n.º 265 a 287; 1958 - alterações no n.º 269; 1959 - limpeza e pinturas interiores e exteriores no estabelecimento n.º 279; Alterações no n.º 275; limpeza e pinturas no n.º 281; 1960 - obras de limpeza interiores e exteriores; 1968 - obras de beneficiação no n.º 279; construção de cave no n.º 287; 1969 - obras de limpeza no n.º 283; construção de um alpendre no n.º 285; 1970 - obras de reparação; 1983 - obras de reparação.

Observações

Autor e Data

João Silva 1992

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login