Restaurante Barracuda

IPA.00033089
Angola, Luanda, Luanda, Luanda
 
Arquitetura de serviços, do séc. 20. Conjunto composto por dois edifícios, de piso térreo e planta retangular. O edifício principal apresentava cobertura simulando construções tradicionais e um aspeto austero provocado pelas portadas nas janelas. O edifício secundário apresentava uma arquitetura mais próxima das construções suas contemporâneas.
Número IPA Antigo: AO911103000066
 
Registo visualizado 1901 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Comercial  Estabelecimento de restauração  Restaurante  

Descrição

Conjunto formado por dois edifícios, ambos de piso térreo e planta retangular. O edifício principal (de maiores dimensões), apresentava um aspeto mais tradicionalista, com cobertura simulando as construções locais típicas. Na fachada principal (voltada para o interior da Ilha do Cabo) desenvolvia-se um corpo central (por onde era providenciada a entrada no edifício e onde se destacava a inscrição BARRACUDA) ligeiramente avançado em relação aos restantes, nos quais se rasgavam grandes janelões com portadas, que se repetiam na fachada voltada à praia e que davam um aspeto austero ao edifício. O edifício secundário, de menor peso no conjunto, apresentava uma conceção mais coadunada com a época de construção. Todo o conjunto se encontrava assente numa laje de cimento, produzindo um pequeno desnível em relação ao areal, ultrapassado por meio de uma escada localizada estrategicamente na zona de separação dos edifícios. O facto de se encontrar assente nessa espécie de palanque dava ao edifício uma posição sobranceira relativamente à praia e ao mar. A única ligação entre os dois edifícios era feita por meio de um arco que acentuava a ideia de continuidade e se apresentava como elemento cénico do conjunto, marcando simbolicamente a passagem para a zona de praia, desembocando na escada de acesso ao areal. INTERIOR: espaço amplo com travejamento e cobertura à vista, dando um aspeto rústico ao edifício. Existência de um pequeno balcão, junto à parede NE, a qual apresentava um conjunto de elementos decorativos estilizados. A área junto às janelas era ocupada por grandes sofás de formato semi-circular, em tons verde-claro. Ao centro, o espaço era preenchido por mesas de pequenas dimensões e altura, com bancos com forra laranja e restantes elementos de madeira. A nota de cor era dada pelo mobiliário que contrastava fortemente com o branco das paredes e os tons acastanhados da cobertura e do pavimento.

Acessos

Ilha do Cabo, Luanda

Protecção

Enquadramento

Localizado junto ao extremo da Ilha do Cabo, em Luanda, numa posição privilegiada junto ao areal.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Comercial: estabelecimento de restauração

Utilização Actual

Demolido

Propriedade

Afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITETO: Luiz Possolo (1960-1970).

Cronologia

1960, década - data da construção do edifício a partir do projeto da autoria do arquiteto Luiz Possolo, a convite de António Espírito Santo Silva

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

MILHEIRO, Ana Vaz, SALDANHA, José Luís, Luís Possolo. Um arquitecto do Gabinete de Urbanização do Ultramar, Lisboa, CIAAM, 2012.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO. Demolido. Foi, principalmente durante as décadas de 60 e 70, um dos principais e mais famosos locais de recreio de Luanda.

Autor e Data

Tiago Lourenço 2012 (projeto FCT PTDC/AURAQI/104964/2008 "Gabinetes Coloniais de Urbanização: Cultura e Prática Arquitectónica")

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login