Ponte de Oura

IPA.00003635
Portugal, Vila Real, Chaves, Oura
 
Ponte de provável construção romana, integrando via do mesmo período, com reformas nas épocas medieval e moderna. É de arco, de tabuleiro em cavalete assente sobre um arco de volta perfeita.
Número IPA Antigo: PT011703200038
 
Registo visualizado 556 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Transportes  Ponte / Viaduto  Ponte pedonal / rodoviária  Tipo arco

Descrição

Ponte de tabuleiro em cavalete com uma largura máxima de c. de 4 m. e 14,1 m. de comprimento, assente em arco único de volta perfeita, em cantaria, com pegões cegos, de estribo saliente. O seu pavimento encontra-se muito alterado, já não conservando qualquer laje, sendo constituído por cubos graníticos, registando-se ainda guardas em cantaria. Os paramentos revelam em vários pontos as alterações a que foram sujeito, apresentando, no geral, aparelho regular, embora nas fiadas superiores se registe um aparelho irregular de blocos mal faceados. O intradorso do arco preserva uma série de agulheiros para encaixe dos cimbros.

Acessos

Lugar da Ponte, estradão desde o centro da povoação; Gauss: M-247.8, P-517.1; Fl. 60

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Rural, isolado, na periferia de Oura, sobre a Ribeira de Oura, integrada no caminho velho em terra batida que conduz a Vila Verde.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Transportes: ponte

Utilização Actual

Transportes: ponte

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Época romana / Época medieval / Época moderna (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Época romana - provável construção da ponte, inserida numa via que ligava Chaves ao sul; Época medieval - obras de remodelação; Época moderna - época provável de reconstrução.

Dados Técnicos

Arco de volta perfeita; tabuleiro em cavalete; arco e guardas em cantaria; estribo saliente; zona inferior dos paramentos em aparelho regular; fiadas superiores dos paramentos em aparelho irregular; agulheiros para encaixe dos cimbros.

Materiais

Estrutura da ponte em silhares graníticos; pavimento em cubos graníticos.

Bibliografia

TEIXEIRA, Ricardo e AMARAL, Paulo, Levantamento Arqueológico do Concelho de Chaves, relatórios anuais de actividades, Chaves, 1985 - 1992; AAVV, Caminhos Portugueses de Peregrinação a Santiago. Itinerários Portugueses, s/l, 1995, p. 255; Pontes Romanas de Portugal, [dir. Paulo Mendes Pinto], Lisboa, 1998.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Encontra-se acopulada à ponte, em estrutura metálica, uma tubagem de água.

Autor e Data

Ricardo Teixeira e Paulo Amaral 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login