Palacete Doglioni / Palacete Cúmane / Palacete Cúmano

IPA.00004536
Portugal, Faro, Faro, União das freguesias de Faro (Sé e São Pedro)
 
Arquitectura civil, setecentista. Palácio urbano setecentista, de características burguesas, de planta rectangular,com dois pisos, longa fachada rectilínea, janelas de sacada com balcões e guardas de ferro forjado; as molduras em cantaria dos vãos do corpo central são característicos do século 19.
Número IPA Antigo: PT050805050041
 
Registo visualizado 53 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

Categoria

Monumento

Descrição

Planta rectangular, massas dispostas na horizontal em dois pisos e na vertical em três pisos em duas partes, cobertura diferenciada com telhados de quatro e de duas águas. Fachadas delimitadas por cunhais e cimalha de massa. Fachada principal voltada a N. com cinco panos delimitados por pilastras; três pisos no corpo central e dois pisos nos quatro corpos laterais; rasgado por nove vãos por piso, oito janelas de peitoril gradeadas e uma porta arquitravada no piso térreo; oito janelas de sacada com balcões e guardas de ferro forjado no andar nobre, ao centro uma janela à face de maiores dimensões com verga arquitravada recortada; a janela do 3º piso é de peitoirl, sendo também arquitravada. Fachada E. com cinco janelas por piso, todas de peitoril, sendo as do piso térreo gradeadas; ao centro acrescentamento com açoteia sobre uma parte do 2º piso e uma janela de peitoril. Fachada O. muro do logradouro com dois vãos de verga recta. Fachada posterior delimitada por beirado numa parte, com cinco janelas de peito gradeadas no piso térreo e uma fresta rectangular no 2º piso. Interior - o acesso ao andar nobre faz-se pelo portal principal através de escadaria.

Acessos

Rua Lethes, nº 32, Travessa do Lethes, nº 1 e 3 e Largo do Terreiro do Bispo, nº 7 e 8

Protecção

IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 5/2002, DR, 1.ª série-B, n.º 42 de 19 fevereiro 2002

Grau

3 – imóvel ou conjunto de acompanhamento que, sem possuir características individuais a assinalar, colabora na qualidade do espaço urbano ou na ligação do tempo com o lugar, devendo ser preservado em tal medida. Incluem-se neste grupo, com excepções, os objectos edificados classificados como Valor Concelhio / Imóvel de Interesse Municipal e outras classificações locais.

Enquadramento

Urbano, isolado. No Centro Histórico, na Mouraria e ocupa todo o quarteirão.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: palacete

Utilização Actual

Educativa: escola de hotelaria e turismo / Devoluto

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 18 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 18, 2ª metade - data provável da construção; séc. 19, princípios - o médico italiano Lázaro Doglioni compra o imóvel e promove obras de adaptação a sua morada, nomeadamente a construção do corpo central; 1920 - João António Júdice Fialho promove mais obras no piso térreo, abrindo novos vãos; 1964 - é adaptado a Escola de Hotelaria e Turismo; 1995 - proposta de classificação enviada ao IPPAR, pela Câmara Municipal de Faro.

Características Particulares

A demarcação da fachada principal em vários corpos e o facto do corpo central apresentar três pisos.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Cantaria calcária, alvenaria, feragens, madeira e cobertura com telhas de canudo.

Bibliografia

LAMEIRA, Francisco, Ildefonso C., Faro-Edificações Notáveis, Faro, 1993; PAULA, Rui M. e PAULA, Frederico, Faro Evolução Urbana e Património, Faro, 1993; ROSA, J.A.P. E, Monumentos e Edifícios Notáveis do Concelho de Faro, Faro, 1984.

Documentação Gráfica

CMF

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Francisco Lameira 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login