Ponte de Piscais sobre o Rio Corgo

IPA.00005827
Portugal, Vila Real, Vila Real, União das freguesias de Mouçós e Lamares
 
Ponte de arco romana, em cavalete, remodelada na época seiscentista. Ponte de aparelho construtivo de grande qualidade e com o perfil fazendo pequena curva e as aduelas dos arcos de características romanas, tendo, no entanto, sido remodelada durante o séc. 17. O pavimento em cavalete suave assenta sobre quatro arcos de volta perfeita desiguais, os das extremidades mais pequenos, reforçados por talhamares triangulares a jusante e talhantes quadrangulares a montante.
Número IPA Antigo: PT011714050013
 
Registo visualizado 648 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Transportes  Ponte / Viaduto  Ponte pedonal / rodoviária  Tipo arco

Descrição

Ponte de cavalete com rampas levemente inclinadas, possuindo do lado da margem esquerda uma inflexão, assente sobre quatro arcos de volta perfeita desiguais, de aduelas largas e regulares. Os dois arcos centrais medem cerca de cinco metros de corda e dez metros de altura e os dois laterais são levemente menores, possuindo no interior de todos os arcos baldoeiros de armação do cimbre. A jusante possui três talhamares de contorno triangular e, no lado oposto, a montante, talhantes quadrangulares. Tabuleiro com pavimento em lajes de cantaria granítica, apresentando ainda vestígios de um antigo pavimento de alcatrão. As guardas são de cantaria de granito, com os blocos encaixados uns nos outros com reentrâncias do tipo macho e fêmea.

Acessos

EN. 2, Km. 62, EM. 1230, junto do lugar da Quinta de Piscais

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 129/77, DR, 1.ª série, n.º 226 de 29 setembro 1977

Enquadramento

Rural, isolado. Erguida sobre o rio Corgo, com margens baixas de campos agrícolas murados e algumas casas. Estabelece a ligação entre o termo de Ponte, da freguesia de Mouçós, e Flores, aldeia pertencente à freguesia de Borbela. Encontra-se parcialmente encoberta por vegetação.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Transportes: ponte

Utilização Actual

Transportes: ponte

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Época romana / Séc. 17

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Época romana - construção da ponte; séc. 17 - remodelação da ponte durante o reinado dos reis Filipes de Espanha.

Dados Técnicos

Estrutura mista.

Materiais

Estrutura de granito.

Bibliografia

Património Arquitectónico e Arqueológico Classificado, Inventário, Lisboa, 1993, vol. III, Distrito de Vila Real, p. 55; Guia de Portugal, Trás-os-Montes e Alto Douro, I - Vila Real, Chaves e Barroso, Lisboa, s/d, p. 212 - 213; AZEVEDO, Correia de, Vila Real de Trás-os-Montes, Vila Real, s.d..

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMN

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMN

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID DGEMN/DREMN

Intervenção Realizada

1976 - limpeza da vegetação e restauro das pedras da guarda; 1981 - limpeza da vegetação e levantamento das pedras das guardas que tinham caido; 1990, final da década - restauro das guardas da ponte, que do lado S. estavam derrocadas numa extensão de quase 15 m. e do lado N. numa extensão de quase 6 m..

Observações

Autor e Data

Isabel Sereno e Paulo Dordio 1994 / Paula Noé 2004

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login