Igreja Paroquial de Casével / Igreja de São João Baptista

IPA.00006560
Portugal, Beja, Castro Verde, União das freguesias de Castro Verde e Casével
 
Arquitectura religiosa, maneirista, barroca, popular. Igreja paroquial de nave única, capelas laterais e cobertura em telhado de duas águas. Fachada principal com elementos compositivos do período barroco.
Número IPA Antigo: PT040206010020
 
Registo visualizado 227 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

Categoria

Monumento

Descrição

Planta longitudinal escalonada, composta pela nave e capela-mor, mais baixa, torre sineira a NE., baptistério a S., as arrecadações e a sacristia a O., com ligação à capela-mor. Volumes articulados. Cobertura diferenciada em telhado de duas águas e cúpula na torre sineira. Torre sineira, ligeiramente recuada, de planta quadrangular, com dois pisos separados por cornija e rematada por cornija com cruz de ferro no topo da cúpula e urnas nos vértices, decoração rusticada. Frontaria orientada a E., rasgada por portal com verga e moldura salientes em argamassa, sobrepujado por janelão também com verga e moldura salientes em argamassa, empena de lanços ladeada por pináculos piramidais nos acrotérios e encimada por cruz em ferro forjado. No alçado S., de um só pano, rasgam-se uma fresta, uma porta e duas janelas com arcos de volta perfeita em cantaria; ao longo do beiral corre uma cornija. No alçado N., de dois panos separados por contraforte, abre-se uma porta lateral de cantaria, sobrepujada por janelão, a que se seguem os volumes da capela lateral, saliente, e da capela-mor; ao longo do beiral corre uma cornija. Alçado O. de um só pano, de duas janelas ogivais e empena triangular, com um contraforte a NE., e o volume saliente da sacristia, cego; ao longo do beiral corre uma cornija. Interior de uma só nave, com cobertura de forro de madeira. Na parede do lado do Evangelho, capela lateral definida por arco de volta perfeita, com altar de alvenaria; segue-se o púlpito, com caixa de madeira; e o baptistério, com acesso por arco abatido, com pia baptismal de cantaria. Na parede do lado da Epístola, portal lateral sobrepujado por janelão e capela lateral definida por arco de volta perfeita, com altar de alvenaria. Parede do topo da nave com portal principal encimado por janelão, tendo do lado da Epístola uma pia baptismal em cantaria. Arco triunfal de volta perfeita assente em pilastras, ladeado por dois nichos; capela-mor mais estreita, cobertura em tecto plano com forro de madeira; altar-mor de cantaria, ladeado por duas janelas; do lado da Epístola, rasga-se uma janela, a que se opõe, do lado do Evangelho, a porta da sacristia; nesta lavabo em cantaria.

Acessos

Largo de São Fabião; Largo da Praça

Protecção

Inexistente

Grau

3 – imóvel ou conjunto de acompanhamento que, sem possuir características individuais a assinalar, colabora na qualidade do espaço urbano ou na ligação do tempo com o lugar, devendo ser preservado em tal medida. Incluem-se neste grupo, com excepções, os objectos edificados classificados como Valor Concelhio / Imóvel de Interesse Municipal e outras classificações locais.

Enquadramento

Urbano, destacado, isolado, num espaço ajardinado.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Beja)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 14 / 16 / 18 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 14 - igreja primitiva; séc. 16 - reedificação; séc. 18 - remodelação da frontaria; séc. 20, meados - remodelação do interior; 1954 - 1955 - construção da torre; 1969, 2 de Fevereiro - danos causados pelo sismo; 1985, 24 de Abril - Proposta de classificação pela CM de Castro Verde; 2008, 26 de Novembro - Proposta de encerramento do processo de classificação pela DRCAlentejo, por não ter valor nacional; 2009, 24 de Janeiro - Despacho de encerramento do processo de classificação pelo Director do IGESPAR.

Características Particulares

Edifício de marcado carácter vernacular.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra e cal, rebocadas e caiadas.

Bibliografia

BOIÇA, Joaquim e TORRES, Cláudio, A Cabeça-Relicário de São Fabião, Castro Verde, s. d.; COSTA, João José Alves da, O Termo de Castro Verde. Um Contributo para a sua História, Castro Verde, 1996.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

José Falcão e Ricardo Pereira 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login