Capela de Nossa Senhora da Conceição

IPA.00008047
Portugal, Ilha da Madeira (Madeira), Câmara de Lobos, Câmara de Lobos
 
Capela barroca de planta retangular simples, com frontispício em empena, portal de arco pleno e frontão triangular entre vãos, com interior decorado a marmoreados de sabor neoclássico tardio e amplo retábulo-mor barroco de talha dourada.
Número IPA Antigo: PT062202010001
 
Registo visualizado 208 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Capela / Ermida  

Descrição

Planta retangular de nave e capela-mor, em volume único, à qual se adossa a N. pequena sacristia. Massa simples com cobertura de 2 águas, com beirais duplos de telha de canudo na fachada S.. Fachada principal virada a O., com embasamento de cantaria aparente, que se prolonga à fachada S., enquadrada por pilastras, terminada em empena aguda rematada com cimalha de balanço encimada por cruz. Portal de arco de volta perfeita assente em pilastras com capitéis e bases relevadas, com frontão triangular encimado por cruz rematada por bucetes e com J.H.S. gravado na base. Ladeia-o janelas com lintéis de volta perfeita, com bases, impostas e chave relevados e encima-o janelão rectangular, tudo em cantaria aparente. Fachada S. apenas com porta central de moldura simples de cantaria aparente; na fachada O., de empena aguda rematada por cimalha simples em cantaria aparente, acrescida da sacristia, com porta encimada por janela, ambas com molduras de cantaria. Entre a capela e a sacristia assenta campanário de cantaria cinzenta sobre a empena, terminado em empena aguda e cimalha de balanço, com arco de volta perfeita assente em impostas e base relevada. INTERIOR com paredes marmoreadas e decoradas com 2 níveis de pinturas, demarcadas por cornijas de madeira: na inferior com pinturas alusivas à vida e milagres de São Pedro Gonçalves Telmo, "O Corpo Santo" e no superior, de temática mariana. Coro-alto em estrutura de madeira, assente em 2 pilares de madeira, com perfil arredondado ao centro e balaustrada torneada de madeira. Junto à entrada pias de água benta em cantaria, com bojo de decoração helicoidal, remate inferior por bucete redondo e rebordo superior contramarcado e junto à entrada lateral, uma outra mais simples, com remate inferior por bucete cortado. No lado do Evangelho, púlpito facetado a meia altura, marmoreado, com pequenas aplicações de talha e baldaquino igualmente pintado. Pavimento lajeado, com 2 lápides sepulcrais e alizar de cantaria aparente e tecto em caixotão de madeira totalmente pintado, assente em cornija de balanço e com a representação da Imaculada Conceição ao centro. Altar assente em supedâneo de cantaria com 3 degraus centrais; retábulo de talha dourada com frontal pintado, 2 pares de colunas assentes em mísulas avançadas a enquadrarem 2 nichos centrais sobrepostos, e largo frontão redondo; sacrário assente sobre a mesa inicial igualmente entalhado.

Acessos

Largo da Conceição; Rua Nossa Senhora da Conceição

Protecção

VCL - Valor Cultural Local, Resolução do Presidente do Governo Regional n.º 1064/93, JORAM, 1.ª série, n.º 124, de 27 outubro 1933

Grau

2 - imóvel ou conjunto com valor tipológico, estilístico ou histórico ou que se singulariza na massa edificada, cujos elementos estruturais e características de qualidade arquitectónica ou significado histórico deverão ser preservadas. Incluem-se neste grupo, com excepções, os objectos edificados classificados como Imóvel de Interesse Público.

Enquadramento

Urbano, adossado, integrado no limite de um quarteirão sobre a marginal murada que borda a baía, com fachada principal à rua e lateral, ao pequeno largo para o lado do mar e traseiras viradas à "ribeira" da cidade.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: capela

Utilização Actual

Religiosa: igreja

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese do Funchal)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 15 / 16 / 17 / 18 / 19 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ENTALHADORES: Manuel Câmara, pai e filho (1723). PINTOR: Luís Bernes (1908); Nicolau Ferreira (1791).

Cronologia

Séc. 15, finais - início da construção; Séc. 16, finais - sepultura de D. Joana de Atouguia, mulher de Mendo Roiz de Vasconcelos; 1587 - sepultura de António Soares e sua mulher; 1691 - reformulação da confraria do Corpo Santo de Câmara de Lobos, reservada "aos homens do mar e pescadores"; 1702 - reconstrução a cargo da Confraria do Corpo Santo, sob a condição da imagem da Conceição ficar no altar novo "e se reservarem doze sepulturas para se enterrarem os confrades dos Escravos da Confraria da Conceição"; 1710, 9 Maio - Conselho da Fazenda manda fazer-se a obra do muro de Nossa Senhora da Conceição, arrematada por João Bettencourt Perestrelo pelo preço de 1:870$000; 1723 - data do altar executado pelo mestre entalhador Manuel Câmara e filho homónimo; 1791 - data das telas de Nicolau Ferreira; 1908 - campanha de obras com execução de pinturas por Luís Bernes.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Cantaria rígida regional aparente, alvenaria de cantaria regional rebocada, madeira (carvalho e outras), amarrações mistas de tirantes de madeira e de ferro, talha dourada e pintada, pintura sobre madeira e tela, vidro e telha de meio canudo

Bibliografia

CAMACHO, Décio, Importantes Obras de Arte nas Capelas da Madeira, Eco do Funchal, p. 12, Funchal, 6 Novembro 1998; CARITA, Rui, História da Madeira, 1º vol., Funchal, 1989, red. 1999 e 3º vol., 1996; FERREIRA, João Américo, Em Câmara de Lobos, festa em honra de Nossa Senhora da Conceição, in Diário de Notícias, Funchal, 8 Dez. 1990; NORONHA, Henrique Henriques de, Memórias Seculares e Eclesiásticas...1722, Funchal, 1997; SILVA, Padre Fernando Augusto da, Diocese do Funchal, 1922, pp. 297 e 298; idem, Elucidário Madeirense, 3 vols., Funchal, 1945; SOUSA, João, O túmulo de D. Joana de Atouguia, na capela de N. Sra. da Conceição na vila de Câmara de Lobos, Girão, nº 7, Câmara de Lobos, Madeira, 1991, pp. 325 a 326; VERÍSSIMO, Nelson, A confraria do Corpo Santo no século XVIII, in Islenha, nº 10, Jan. - Jun. 1992, pp. 116 a 124.

Documentação Gráfica

1860 - "Planta de Câmara de Lobos e das suas fortificações", tela aguarelada no verso de António Pedro de Azevedo

Documentação Fotográfica

Museu Vicentes Photographos; antiga Junta Geral; DRAC, colecção de postais antigos, Funchal; IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

ARM; CMF: Juízo dos Resíduos e Capelas; AD (PE); DRAC, Funchal

Intervenção Realizada

Paróquia de Câmara de Lobos: c. 1990 - recuperação geral com levantamento do soalho de madeira.

Observações

A Capela da Conceição apresenta uma carga simbólica local, principalmente, para a classe piscatória local, dominante. Propriedade da confraria de Nossa Senhora da Conceição, dos proprietários de terras locais, sempre a sua construção e manutenção ficou a cargo da classe piscatória, agrupada na Confraria do Corpo, relegada para uma 2ª ordem, como se comprova pelas pinturas das paredes laterais.

Autor e Data

Rui Carita 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login