Capela do Espírito Santo

IPA.00001736
Portugal, Leiria, Caldas da Rainha, A dos Francos
 
Arquitectura religiosa, eclética. Capela.
Número IPA Antigo: PT031006010029
 
Registo visualizado 233 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

Categoria

Monumento

Descrição

Planta longitudinal; massa simples disposta na horizontalidade; cobertura homogénea em telhado de 2 águas, prolongando-se em aba corrida sobre a sacristia. Frontispício orientado a O., de pano único, delimitado por cunhais de cantaria, em empena angular de cornija saliente sobrepujado por cruz latina trevada e 2 pináculos; ladeada por 2 bancos corridos, porta em arco abatido de verga curva saliente encimada por janela da mesma feição. Fachada S. em empena recta, de cornija saliente; aberta por janela gradeada. Fachada E. em empena triangular cega. Fachada N.: escada de lance único acede à sineira e a porta para o coro-alto. INTERIOR: coro-alto abre para nave única de pavimento em tijoleira, com tecto de madeira disposto em 3 planos. Revestimento azulejar com motivo de tapete a meia altura. Capela-mor com arco triunfal quebrado, de pavimento em mosaico; cobertura de madeira em prisma tetragonal ornamentado com simbolo do Espírito Santo e motivos celestes; altar-mor constituido por 3 nichos semi-abobadados, rematados por frontão triangular com 2 pináculos; porta de sacristia com verga em arco abatido. Iluminação feita através de vitral no coro-alto e janela recta na capela-mor.

Acessos

Travessa do Espirito Santo

Protecção

Inexistente

Grau

3 – imóvel ou conjunto de acompanhamento que, sem possuir características individuais a assinalar, colabora na qualidade do espaço urbano ou na ligação do tempo com o lugar, devendo ser preservado em tal medida. Incluem-se neste grupo, com excepções, os objectos edificados classificados como Valor Concelhio / Imóvel de Interesse Municipal e outras classificações locais.

Enquadramento

Urbano, flanqueado, localiza-se junto à berma da estrada (frontespício) no cimo de um morro.

Descrição Complementar

Lápide no frontispício com a legenda: (ESTA CAPELA, FOI CONSTRUÍDA NO / SÉC. XII PELOS CRUZADOS / FRANCESES, QUE, AQUI HABITARAM / NO REINADO DE D. AFONSO HENRIQUES, / CONFORME CONSTA NA TORRE DO TOMBO / RESTAURADA EM 1994).

Utilização Inicial

Religiosa: capela

Utilização Actual

Religiosa: capela

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Lisboa)

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 12

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 12 - construção da primitiva capela; 1994 - restauro do templo.

Características Particulares

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Estruturas de alvenaria e cantaria; coberturas em telha e em madeira; revestimento azulejar e em reboco a cal; pavimento em tijoleira e mosaico.

Bibliografia

Grande Encicloédia Portuguesa e Brasileira, Lisboa - Rio de Janeiro, Vol.36.

Documentação Gráfica

CMCaldas da Rainha: Planta Cartográfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

1994 - restauro da capela.

Observações

O topónimo A-dos-Francos deve corresponder ao estabelecimento nos sécs. 12/13, época da organização da vila, de uma colónia franca no termo de Óbidos (Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira).

Autor e Data

Lurdes Perdigão 1997

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login