Casa do Cruzeiro

IPA.00002371
Portugal, Viseu, Nelas, Canas de Senhorim
 
Arquitectura religiosa, maneirista. Casa alpendrada com colunata de capitéis dóricos na fachada principal, desprovida de elementos decorativos. Emolduramentos lisos de portas e janelas.
Número IPA Antigo: PT021809010009
 
Registo visualizado 232 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

Categoria

Monumento

Descrição

Planta rectangular de massa simples, horizontalista com cobertura homogénea de telhado a 2 águas. Fachada principal voltada a E., sem embasamento, constituída por varanda alpendrada emoldurada por friso saliente estriado, provida de 6 colunas de fuste liso e capitéis dóricos quadrangulares, apoiadas no parapeito; à direita portão rectangular encimado de lintel e pedra de armas ladeada por volutas em relevo, flanqueadas por 2 pilastras lisas. Uma escada lateral ascende à galeria da varanda que possui 2 portas de moldura rectangular, de acesso ao interior. Fachada N.: no 1º piso 1 porta de moldura rectangular; no 2º piso 2 grandes janelas rectangulares com balcão provido de varandim de ferro, delimitado superiormente por cornija; ao centro do 3º piso pequena janela rectangular; remate em empena angular. Fachada O.: no 1º piso 2 amplas portas rectangulares molduradas e providas de 2 degraus; no 2º piso 2 janelas de molduras rectangulares e 2 portas envolvidas por marquise saliente sustentada por pilares de betão com cobertura independente de telhado a 1 água; sobre o telhado da casa 2 janelas-trapeiras; fachada S. com remate em empena angular. No interior não subsistem quaisquer vestígios de estruturas, materiais ou decorações originais.

Acessos

Rua Arquitecto Keil do Amaral, nº 73

Protecção

IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 28/82, DR, 1.ª série, n.º 47 de 26 fevereiro 1982 *1

Grau

2 - imóvel ou conjunto com valor tipológico, estilístico ou histórico ou que se singulariza na massa edificada, cujos elementos estruturais e características de qualidade arquitectónica ou significado histórico deverão ser preservadas. Incluem-se neste grupo, com excepções, os objectos edificados classificados como Imóvel de Interesse Público.

Enquadramento

Urbano. A N. de pequeno largo plano onde se encontra um Cruzeiro; Quartel de Bombeiros parcialmente adossado à fachada S.; jardim e quintal a N. e O. cercados por muro com 2 portões.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Residencial: casa

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 17 / 18 / 19 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTO: António Portugal (1984).

Cronologia

1699 - Simão Coelho do Amaral, Cavaleiro da Ordem de Cristo, manda construir a Capela de Nossa Senhora da Conceição, com escritura de obrigação, no quintal das casas que habitava; séc. 18, início - o seu filho, com o mesmo nome, manda edificar a Casa do Cruzeiro, herdando-a o irmão Luís Coelho do Amaral que morrerá sem descendência. Sujeita a morgadio a Casa passará então à posse da Coroa; 1726 - António Abreu da Gama casa em 2ªs núpcias com uma irmã de Simão e Luís Coelho do Amaral, Custódio Abreu da Gama, filho daquele irá levantar um processo para reaver a Casa; 1758 - as Memórias Paroquiais registam que a Capela pertence a Luís Coelho do Amaral e suas irmãs; séc. 19, início - António Abreu da Gama, filho de Custódio Abreu da Gama ganha a questão relativa à posse da Casa, contrai matrimónio com Maria da Piedade Madeira e torna-se igualmente proprietário do Solar Abreu Madeira; 1860 - 1865 - a Capela é desmontada e levada para o Solar, mantendo um retábulo maneirista com a imagem original da Padroeira; 1912 - 1920 - a Casa torna-se Escola Feminina; 1920 - 1940 - volta a ser habitação; 1940 - 1981 - é utilizada como Consultório; 1984 - grandes obras de remodelação que transformam totalmente o interior da Casa e introduzem modificações na fachada posterior, conforme projeto do arquitecto António Portugal; 1997, 21 dezembro - retificação à designação oficial, que passa a ser Casa do Cruzeiro, pelo Decreto n.º 67/97, DR, 1.ª série-B, n.º 301.

Características Particulares

Dados Técnicos

Estrutura mista

Materiais

Alpendrada, muros e molduras de alvenaria granítica, regular. Paredes de alvenaria granítica irregular rebocada. Cobertura exterior de telha. Pavimentos interiores de tijoleira. Paredes divisórias e tectos de tijolo e betão

Bibliografia

ALVES, Alexandre, Igrejas e Capelas Públicas e Particulares da Diocese de Viseu nos Séculos XVII, XVIII e XIX, Sep. da Rev. Beira Alta, Viseu, 1968; Idem, Notas e Documentos para uma Monografia da Vila de Canas de Senhorim e seu Termo, Rev. Beira Alta, vol. LIV, Viseu, 1995, pp. 245-280

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

1984 - Remodelação completa do interior da Casa para adaptação a residência permanente dos proprietários. O interior foi totalmente refeito e modernizado, o que implicou a abertura de vãos na fachada O., com projecto do Arq. António Portugal; 1983 / 1986 - Construção do Quartel dos Bombeiros parcialmente adossado à fachada S. da Casa do Cruzeiro; 1990 - A Pedra de Armas com o Brasão da família Coelho Amaral foi refeito uma vez que o original fora em tempos martelado.

Observações

*1 DOF: Casa onde se encontra instalado o consultório do Dr. António Pinto Fernandes Pega, designação revogada pelo Decreto de 1997 com a designação: Casa do Cruzeiro.

Autor e Data

Madeira Portugal 1991 / Lina Marques 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login