Povoado na Área do Castelo de Gaia

IPA.00005364
Portugal, Porto, Vila Nova de Gaia, União das freguesias de Santa Marinha e São Pedro da Afurada
 
Aglomerado proto-urbano. Povoado proto-histórico com ocupação romana e medieval. Povoado fortificado correspondendo ao primeiro núcleo habitado de Gaia.
Número IPA Antigo: PT011317160014
 
Registo visualizado 2412 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Povoado  Povoado proto-histórico    

Descrição

Na pequena área onde foi realizada a intervenção arqueológica de 1983 reconheceu-se uma sequência de níveis de pisos em saibro batido, o mais antigo dos quais associado a uma lareira quadrangular ladrilhada com pedaços de ânfora datável dos meados do séc. 1 d. c. Não foram reconhecidos vestígios do castelo medieval referido na documentação.

Acessos

Vila Nova de Gaia, lugar do Candal

Protecção

IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 29/90, DR, 1.ª série, n.º 163 de 17 julho 1990

Enquadramento

Urbano. Plataforma superior do monte do Castelo de Gaia, constituída por um terreno não urbanizado, controlando um largo troço do rio Douro entre a Arrábida e a Quinta da China.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Privada: Misericórdia

Afectação

Época Construção

Proto-história / Época romana / Época medieval

Arquitecto / Construtor / Autor

Não aplicável

Cronologia

Idade do Bronze, final - início da ocupação humana com vestígios postos a descoberto durante a intervenção arqueológica ealizada em 1983; séc. 01 / Época romana, baixo império - estão também documentadas estruturas e espólio correspondentes a este período; 1384 - destruição do castelo ou povoado fortificado pelos vizinhos do Porto; séc. 19, 1ª metade - a artilharia usada no cerco do Porto, durante as Guerras Liberais, danificou muito a plataforma superior do Monte do Castelo.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

FORTES, J., Gaya no passado, Mea Villa de Gaya, Porto, 1909, p. 11; CORRÊA, A. A. M., As origens da cidade do Porto, Porto, 1935; MATTOS, A., As estradas romanas no concelho de Gaia, Brotéria, 24 (6), 1937, p. 16 - 17; GUIMARÃES, Gonçalves, O Castelo de Gaia - propostas para um estudo actual, Livro do Congresso, Segundo Congresso sobre Monumentos Militares Portugueses, Lisboa, 1984; SILVA, A. C. F. da, Aspectos da proto-história e romanização no concelho de Vila Nova de Gaia e problemática do seu povoamento, Gaya, 2, 1984, p. 44 - 48; AFONSO, J. A., CAMPOS, E., GUIMARÃES, J. A. G., PEDROSA, A. de S.,PEDROSA, F. T. TAVARES, J. D. e VALENTE, A. M., Plano de Pormenor do Castelo de Gaia. Inventário Geral, 1ª Parte, Vila Nova de Gaia, 1989; Património Arquitectónico e Arqueológico Classificado, Inventário, Lisboa, 1993, vol. II, Distrito do Porto, p. 112.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

1983 - Intervenção arqueológica da responsabilidade de Armando Coelho Ferreira da Silva da Faculdade de Letras da Universidade do Porto; 1984 - A Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia aprova a delimitação do Centro Histórico, que inclui o Castelo de Gaia, na sequência dos Estudos Prévios do Plano Director Municipal elaborado pelo Gabinete de Planeamento Urbanístico; 1985 - Aprovação pela Assembleia Municipal do Regulamento do Plano de Reabilitação e Salvaguarda do Centro Histórico de Gaia, que também se aplica ao Castelo de Gaia; 1988 / 1989 - escavações arqueológicas na Igreja do Bom Jesus de Gaia, no lug. do Castelo, dirigidas por Gonçalves Guimarães e Maria da Graça Peixoto sob responsabilidade do Serviço Regional de Arqueologia do IPPC; 1989 - é concluído o Plano de Pormenor do Castelo de Gaia, elaborado por uma equipa do Gabinete de História e Arqueologia de Vila Nova de Gaia; 1989 - é publicada a classificação da àrea do Castelo de Gaia como Imóvel de Interesse Público.

Observações

Autor e Data

Isabel Sereno / Paulo Dordio 1995

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login