Núcleo urbano da vila da Nazaré

IPA.00005960
Portugal, Leiria, Nazaré, Nazaré
 
Núcleo urbano sede municipal. Vila implantada em costa marítima. Povoação medieval (Pederneira) de jurisdição de ordem monástica (ordem de Cister). Vila contemporânea (Praia) de origem piscatória, função à qual se associa a vilegiatura no séc. 20.
Número IPA Antigo: PT031011020012
 
Registo visualizado 134 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

Categoria

Conjunto

Descrição

Acessos

EN242, EN8-4

Protecção

Inclui Pelourinho da Pederneira (v. PT031011020001) / Igreja da Misericórdia da Pederneira (v. PT031011020004) / Santuário de Nossa Senhora da Nazaré (v. PT031011020005) / Ermida da Memória (v. PT031011020011)

Grau

5 - registo em pré-inventário com um preenchimento mínimo dos campos… e pressupondo a existência de um registo iconográfico.

Enquadramento

Situado na unidade de paisagem do Oeste (v. PT031006020061).

Descrição Complementar

Conjunto urbano composto por três núcleos distintos, adaptados às características topográficas do local. A Pederneira estende-se de N. a S., com as principais vias paralelas à costa, entre a antiga estrada real e a escarpa sobre a Praia (Rua Nova, Rua da Fonte, Rua Abel e Silva e Rua do Mirante); desenvolvimento urbanístico determinado pelos 2 pólos catalizadores da Praça Bastião Fernandes (com as Casas da Câmara a E. e a fachada lateral da matriz, a S.) e do Largo da Misericórdia (enquadrado pela igreja e hospital da Misericórdia, a S. e outrora dominado pelas casas do Mosteiro de Alcobaça, a E.), unidos pela rua principal da vila, Abel da Silva. O Sítio desenvolveu-se em redor do Largo de Nossa Senhora da Nazaré, na ponta do promontório, dominado pela igreja de Nossa Senhora da Nazaré e pelo edifício dos Paços, no qual convergem as ruas principais da vila (a Rua 28 de Maio e a Rua D. Fuas Roupinho). A Praia obedece a uma ordenação urbanística ortogonal, com as ruas estreitas e paralelas alinhando-se perpendicularmente à linha da costa, cortadas na perpendicular por 3 ruas principais (Rua de Sub-vila, Travessa do Açougue e troço E. da Rua Mouzinho de Albuquerque). A Avenida Vieira Guimarães, principal eixo viário, define do lado S. a orientação paralela das ruas, que entroncam a O. na Avenida da República; do lado N. esse eixo é definido pela Praça Sousa Oliveira e pelas ruas que dela irradiam: Rua. Dr. Rui Rosa e Rua Mouzinho de Albuquerque (troço N.).

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Não aplicável

Afectação

Não aplicável

Época Construção

Séc. 16 / 18 /20

Arquitecto / Construtor / Autor

Não aplicável

Cronologia

Séc. 15, final / séc. 16, início - fundação da Pederneira, vila do couto de Alcobaça, pelos habitantes de Paredes que procuravam um local após o assoreamento que inutilizou o seu porto; 1643 - data das primeiras referências à actividade piscatória; séc. 18 - o assoreamento progressivo do porto da Pederneira põe a descoberto as terras onde hoje se implanta a vila da Nazaré; séc. 19 - aumento da população e desenvolvimento económico, relacionado com a actividade piscatória; pescadores de Ílhavo, Buarcos, Quiaios, Aveiro e Lavos deslocam-se para a nazaré; 1850, cerca - primeiro desvio da foz do Alcoa, que vinha desaguar junto ao promontório; 1851, 15 junho - construção de um poço no Largo da Madeira (actual Praça Sousa Oliveira), para suprir a falta de água da população; 1899 - inauguração do funicular ligando a Praia ao Sítio; 1901 - construção do paredão ao longo da praia; 2012, 5 novembro - arquivamento do porcesso de classificação com o fundamento do parecer "de que o conjunto não justifica uma classificação de âmbito nacional", Anúncio n.º 13653/2012, DR, 2.ª série, n.º 213.

Características Particulares

Dados Técnicos

Não aplicável

Materiais

Não aplicável

Bibliografia

ALÃO, Manuel de Brito, Antiguidade da Sagrada Imagem de NªSª da Nazareth, grandezas do seu sítio, casa e jurisdição real, sita junto à villa da Pederneira, Lisboa, 1628; COELHO, P.M. Laranjo, A Pederneira - apontamentos para a história dos seus monumentos, calafates e das suas construções navais nos sécs. XV a XVII; COSTA, Américo, Diccionário corographico de Portugal, vol. VIII, 1943; FIGUEIREDO, Frei Manuel de, Cód. 1479, BNL, 1780; GONÇALVES, Alda Machado, As armas do município da Nazaré (Subsídio para a sua história), in II Colóquio sobre a história de Leiria e da sua região, actas, vol. II, Câmara Municipal Leiria, 1995; MESQUITA, Marcelino, A Nazareth - Sítio e Praia, Lisboa, 1913; PEREIRA, Esteves, RODRIGUES, Guilherme, Portugal, Diccionário, vol. V, Lisboa, 1911; SILVA, Carlos Mendonça da (dir.), Roteiro cultural da região de Alcobaça, A oeste da serra dos Candeeiros, ADEPA, Câmara Municipal de Alcobaça, 2001

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DRML; GEAEM: [Carta topográfica da região costeira entre Peniche e Nazaré], s.a., post. 1804 (3302-1-7-11); DGOTDU: Arquivo Histórico (Anteplano de Urbanização da Nazaré - 1º Estudo - Estudo do Arranjo da Avenida da República e Praça Sousa Oliveira, Eng. Barata da Rocha, 1955; do Plano: Urbanização da Zona Nordeste da Nazaré , Eng. Barata da Rocha, 1959; Revisão do Anteplano de Urbanização da Zona Nordeste da Vila da Nazaré, GEFEL - Arq. Eduardo Medeiro, 1968; Nazaré - Expansão Sul - Alteração e Actualização do Anteplano, Arq. Luís Coelho Borges, 1962)

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID; DGEMN/DESA

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSARH (Anteplano de urbanização da Nazaré, DSARH-005-3745/03)

Intervenção Realizada

Observações

*1 - DOF: Conjunto monumental urbano e enquadramento paisagístico da Nazaré.

Autor e Data

Isabel Mendonça 1992

Actualização

Anouk Costa 2011
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login