Ponte de Dorna

IPA.00009634
Portugal, Viana do Castelo, Melgaço, União das freguesias de Castro Laboreiro e Lamas de Mouro
 
Ponte de provável construção oitocentista, de tipo arco, com tabuleiro em cavalete disposto sobre um arco, de volta perfeita, com acesso em curva por rampas desiguais. Considerada da época romana com uma fase medieval (RODRIGUES, 1985, p. 18) ou apenas romana (RIBEIRO, 1998, p. 171), a verdade é que não existia em 1758, conforme depreendemos pelas Memórias Paroquiais da freguesia, que referem outras pontes da região, quer em cantaria, quer em madeira, como a ponte Pedrinha, a do Rodeiro, a do lugar da Assureira, a da Barziela, a Ponte das Veigas, a de São Brás, ou até mesmo a de "pau", no sítio do Porto de Campelo, devendo, portanto, ser já de feitura moderna e integrando-se na rede de comunicações vicinais de Castro Laboreiro. Apesar da impossibilidade de integração definitiva num período cronológico-estilístico, é notório o facto de apresentar características mistas, típicas das pontes romanas, como o acesso por duas curvas, e das pontes medievais, como o tabuleiro em cavalete, de dupla rampa pouco acentuada, as aduelas do arco pouco cuidadas e o aparelho irregular.
Número IPA Antigo: PT011603020016
 
Registo visualizado 739 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Transportes  Ponte / Viaduto  Ponte pedonal / rodoviária  Tipo arco

Descrição

Ponte de tabuleiro em cavalete, precedido por rampas de acesso de ambos os lados, formando curva, sendo uma das rampas mais longa. A estrutura possui paramentos bastante irregulares, formados por blocos mal afeiçoados e o tabuleiro assenta sobre arco de volta perfeita, de aduelas largas, com o fecho saliente a montante; a sul integra ainda vão retilíneo. O pavimento é formado por grandes lajes, algumas salientes da estrutura.

Acessos

Castro Laboreiro, CM. 1160 que deriva da estrada EN.202-3. WGS84 (graus decimais) lat.: 41,994323; long.: -8,167696

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 1/86, DR, 1.ª série, n.º 2 de 03 janeiro 1986 / Incluído no Parque Nacional da Peneda do Gerês

Enquadramento

Rural, isolado, integrado no Parque Natural da Peneda-Gerês. Ergue-se nos limites da "inverneira" de Dorna, sobre o ribeiro do mesmo nome, junto à estrada de ligação entre Castro Laboreiro e Ribeiro de Baixo e Eiras, do lado nascente do cruzamento para a casa-abrigo de Dorna. Encontra-se meio encoberto pela vegetação arbustiva, composta de vidoeiros e robles, possuindo nas imediações saibreiras ladeando o estradão aí aberto recentemente.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Transportes: ponte

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 19 (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1758, 11 maio - o padre Inácio Ribeiro Marques não faz qualquer referência à ponte de Dornes nas Memórias Paroquiais da freguesia; séc. 19 - época provável da construção da ponte.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Estrutura de granito, com aparelho "incertum".

Bibliografia

ALMEIDA, Carlos Alberto Ferreira de - Alto Minho. Lisboa: 1987; ARAÚJO, José Rosa de - Caminhos velhos e Pontes de Viana e Ponte de Lima. Viana do Castelo: 1962; CAPELA, José Viriato - As freguesias do distrito de Viana do Castelo nas Memórias Paroquiais de 1758. Braga: Casa Museu de Monção; Universidade do Minho, 2005; FONTES, Luis - «Ponte de Dorna» (http://www.geira.pt/arqueo/html/sitio79.html), [consultado em 08 setembro 2015]; RIBEIRO, Aníbal Soares - Pontes Antigas Classificadas. Porto: Ministério do Equipamento, do Planeamento e da Administração do Território; Junta Autónoma das Estradas, 1998; RODRIGUES, Aníbal - Pontes Romanas e Românicas de Castro Laboreiro, Melgaço: Câmara Municipal de Melgaço, 1985; S.A. - "Seis Pontes Classificadas em Castro Laboreiro". O Diário. Lisboa: 4 maio 1987; Ponte de Dorne, (http://www.igespar.pt/pt/patrimonio/pesquisa/geral/patrimonioimovel/detail/74081/), [consultado em 07-04-2014]; Ponte de Dorne, (http://www.geira.pt/arqueo/html/sitio79.html), [consultado em 07-04-2014].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGEMN:DSID, SIPA

Documentação Administrativa

DGEMN:DSID

Intervenção Realizada

Observações

Na época romana, a zona era atravessada por uma estrada que ligava a Portela do Homem à Terra-Chã, Mareco e Castro Laboreiro.

Autor e Data

Paula Noé 1992

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login